23 de nov de 2010

Somadas e multiplicadas através das reflexões, as idéias, com acento e nem sempre saudáveis, permanecem incessantes. Durante a silenciosamente perigosa dança da imaginação, penso em prazeres que não deveriam existir para que eu pudesse sabê-los objetos inúteis e por isso imunes à absurdez das paranóias particulares.


































Banhos muito quentes, por exemplo.