27 de fev de 2011

Biofagia

Tenho sono, sede e fome. Experimento sensações a partir de realidades e sonhos. Devorando tudo o que é vida, ocupo-me a ponto de não mais regurgitar.
Em vão, não.